Na Índia onde quer que você vá tudo é muito colorido… Extremamente colorido!



As cores inspiram, anestesiam, fascinam, estimulam, apaziguam, trazem sensações, geram emoções, lembranças, sentimentos, estimulam nossos sentidos e desejos.
A cultura indiana acredita que as cores, além de controlar os aspectos físicos e espirituais do ser humano, exercem uma imensa influência sobre as situações do cotidiano. A escolha das cores das roupas, dos ambientes e dos alimentos são extremamente importantes para cada momento. As cores estão sempre ao nosso redor e causam um impacto poderoso em nosso estado de espírito.

Índia: O espetáculo colorido mais autêntico do mundo.

Uma marca registrada: Tecidos super coloridos de cores fortes e vibrantes (Rang Birangi).
O povo indiano, com suas cores e músicas vibrantes, também vê nos festivais uma forma de festejar, dançar e trocar boas energias com amigos e família. Os feriados e festivais indianos seguem um calendário lunar, mudando a cada ano. Um dos eventos mais conhecidos é o Holi, o Festival das Cores, que simboliza a chegada da primavera. Além de cantar, dançar, beber e comer, as pessoas ainda atiram umas nas outras água colorida e um pó de tinta de cores fortes, deixando todo mundo pintado dos pés à cabeça.
No entanto, o espetáculo colorido mais autêntico e generoso você encontra nas ruas. Basta olhar para as roupas das pessoas que uma simples fila para comprar o bilhete de trem se transforma em uma sensacional passarela de cores. Azul, vermelho, rosa, amarelo, verde, roxo, etc. É inspirador ver como a cultura indiana é rica em cores.
Isoladamente ou compostas, as cores formam um primeiro plano vibrante e alegre sobre um fundo cinza, que representa a pobreza e a falta de limpeza das cidades. A distância entre amar ou odiar a Índia corresponde a distância entre olhar para o primeiro plano colorido ou para o fundo cinza.
A importância dos pigmentos para os  indianos:
Os pigmentos são  materiais essenciais na vida e no cotidiano de milhões de indianos. Os pigmentos são utilizados para fins religiosos e simbólicos; na culinária, na cosmética, na arte, nos rituais domésticos, entre outros.
Na Índia, os tecidos multicoloridos que as mulheres vestem, são na maioria feitos com esses pigmentos, que dão aquelas cores fortes e vibrantes e que nos maravilham a visão com a beleza das estampas. Essa profusão de cores eles chamam de Rang Birangi (super colorido).

Um verdadeiro festival de cores marcam as vestimentas dos indianos.

Seguem algumas especificações sobre as cores na filosofia indiana:
Vermelho: É uma cor auspiciosa e representa o poder espiritual que supera a maldade. Motiva e aumenta a vitalidade. Traz poder, coragem e força de vontade.  Além de reforçar a lealdade ainda inflama a paixão e o desejo. Mas deve ser usada com precaução, pois em excesso pode gerar raiva, ansiedade e agressividade.
Laranja: É uma cor que estimula a sensitividade, generosidade e a compaixão. Representa o fogo sagrado que queima as impurezas e lembra a busca da iluminação espiritual. Esta cor estimula a nossa energia e a alegria de viver. Excesso de laranja em um ambiente ou na roupa pode gerar agitação e tensão nervosa.
Amarelo: Representa a luz espiritual que ilumina a verdade. Estimula a mente e o intelecto para adquirir sabedoria e clareza, aumentando a nossa força interior e a auto-estima, gerando assim, criatividade e curiosidade. Ficar exposto a esta cor por demasiado tempo tende a tornar a pessoa excessivamente perfeccionista.
Verde: Nos rituais hindus usa-se folhas verdes de plantas sagradas para expressar a importância da natureza. Uma cor que estimula a harmonia, o equilíbrio e os sentimentos de calma. Gera propriedades terapêuticas, estimulando a saúde. Está associada com rejuvenescimento e renovação.
Azul: Esta cor inspira a harmonia, serenidade e acalma as emoções. Representa o lado frio da natureza. Um ambiente com esta cor ajuda a acalmar a mente, promover a verdade e a fé. Mas tome cuidado, pois o excesso de exposição a esta cor gera sensação de depressão e isolamento.
Violeta: Na cultura indiana esta cor é comumente usada nas mandalas. Uma cor que inspira respeito e inspiração. Um ambiente com esta cor inspira a meditação e tranquilidade. Dispersa a depressão e induz à reflexão positiva. Gera um ambiente apaziguador, mas a exposição demasiada torna a pessoa muito auto centrada e distante do mundo.
Índigo: Esta cor reforça a nossa intuição e imaginação. Nos ajuda a olhar para dentro, para que se possa compreender a verdadeira natureza da nossa alma e nosso respeito com a existência. Cria um equilíbrio e estabiliza as emoções e sentimentos. A exposição excessiva gera cansaço e fadiga.
Branco: Para o hinduísmo o branco representa a pureza e nobreza que gera pensamentos e ações puras. Uma cor que remete paz e conforto. Promove a purificação da alma, do corpo e da mente.
Um pouco mais sobre a Índia:
Em 1947, com uma política antiquada introduzida pelo seu primeiro governo independente, o país estava isolado do mundo. A Índia aproximava-se da estagnação política e econômica, contudo uma alteração das suas políticas e uma nova atitude, transformaram por completo a economia indiana.
Nos anos 90, apoiada principalmente pela tecnologia, a explosão foi tal que transformou o país na segunda economia que mais cresce em todo o mundo, ficando atrás apenas da China. Mas nem tudo são rosas, apesar de todo este crescimento ainda existem mais de 300 milhões de pessoas que vivem abaixo do limiar da pobreza, com menos de 1 euro por dia. Cerca de metade da população não sabe ler nem escrever, existem mais de 75 milhões de crianças mal nutridas e a pobreza é um problema sério.
Este é, sem dúvida alguma, um dos países mais fascinantes do mundo que imprime, visualmente, contrastes extraordinários. Vejas as fotos abaixo e desfrute das cores da Índia.

Na Índia nada de pretinho básico ou tons pastéis, tudo é colorido.

A cultura indiana acredita que as cores têm forte influência espiritual e sobre situações do cotidiano.

As cores costumam ser brilhantes e intensas.

O forte da Índia são as cores vivas, uma vez que, trata-se de um fator cultural.


Comentários

Postagens mais visitadas